Artículos

14

May 2018

Relevância das Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) na minimização da fome no Brasil

Publicado por

Afonso Celso Candeira Valois,  Eng.Agr., Mestre, Doutor e Pós-Doutor em Genética,  Melhoramento de Plantas e Biotecnologia, Pesquisador Aposentado da Embrapa.
Colaboração do Dr. Renato Ferraz de Arruda Veiga, Pesquisador Aposentado do IAC).

Contextualização

A Assembleia Mundial da Saúde (2016) estabeleceu a Década da Ação pela Nutrição (2016–2025)”, e este tema das PANC é essencial para viabilizá-la no Brasil.

A fome no Brasil pode ser considerada muito grande quando se leva em consideração que 60 milhões de pessoas têm a fome visível ou a fome oculta, sendo que a primeira refere-se à falta do alimento, incrementada pelo seu desperdício, que atinge cerca de 15 milhões de toneladas no Brasil, agravado por 30% de brasileiros que vivem abaixo da linha de pobreza. Já a segunda, a oculta, refere-se ao sobrepeso com a ausência de nutrientes essenciais como os aminoácidos, proteínas, vitaminas e sais minerais, atingindo em algumas regiões do país cerca de 70% da população.

Información completa en el adjuntoPANC PROC



Lea también